caio fora

carrego a fuga no

nome

e quando

o momento é

oportununo

não falta sussurro

para o ir

longe


carrego a queda no

nome

e quando

o sentimento é

duro

não falta mergulho

para me tornar

um monge.


carrego poucas

letras

no nome

mas sempre que penso

acaba sendo

um monte.

© 2020 por Caio Ribeiro

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now