andando sem rumo

dobro tempo em esquinas

a geometria angular

das ruas

me traz um equilibrio de água


esqueço meu nome por

um breve segundo

e me batizo

raio


quando relembro

já passei por

cem casas

e vi

cem

famílias

jantando alegres


desdobro o tempo

numa encruzilhada

em x

e ainda é tarde

ninguém jantou

ninguém ainda nem nasceu

nem eu

apenas a geometria sagrada

destas ruas

altas

de cuiabá.


0 comentário