olhos de ono

 

eyes of yoko

percurso:

Eye blink, 1996 - Yoko Ono

lerescutando

 

sim

uma pequena instituição de três letras. em português a saída de ar vem logo no começo. "sssssssssim". é um sibilar inicial. em inglês vem junto ao fim. "yessssssss". o suspiro final.

essa palavra é pequena em quase todas as línguas que a suportam. um frasco cheio de conteúdo universal. si. oui. ja. ken. jes. hai. gee.

é possível detectar um sim a quilômetros. o cheiro dele é de mata aberta. ou mesmo numa distância mínima: todo mundo sabe ouvir um sim. todo mundo quer ouvir um sim.

 com um 'sim' você pode desintegrar um átomo. fazer e refazer um muro. nascer uma criança. receber um murro. nunca mais ser visto. viver no alasca.

pare e tente pensar nos 'sim' da sua vida. não precisa ser

em todos eles. talvez nos últimos 5. foi para quem? para quê?

quando você se lembra: sente certeza ou pena?

peso ou leveza?

a essência pura do sim não pode ser alcançada por línguas humanas, nem as vivas nem as mortas. o conteúdo presente na nossa boca por si amputa o sim. o que a gente diz é no máximo uma afirmação. firmar um compromisso positivo. por vezes a gente apenas diz o contrário do não, acreditando ter dito sim. 

o sim carrega consigo uma implacabilidade. não dá pra buscá-lo assim, sem preparo. antes é preciso encontrá-lo nas coisas invisíveis. não tem como ser o mesmo depois de ter dito realmente sim. pense que seu coração está dizendo sim toda as vezes que continua a bater. escute o som deste sim fisiológico. as novas rugas no seu rosto estão dizendo sim para o tempo.

 

yoko

Ceiling Painting-Yes Painting 1996.jpg

em 1996, yoko ono fazia uma exposição em londres.  era um rigoroso inverno e ela estava em depressão.

uma de suas obras era "ceiling painting/yes painting" que pode ser traduzida como 'pintura de teto / pintura de sim'. 

para a obrar acontecer, era preciso subir numa escada, tomar uma lupa com as mãos e olhar para um vidro preso ao teto.

Yoko Ono, Ceiling Painting/Yes Painting, 1996 

Ceiling Painting-Yes Painting 19962 .jpg

no alto do teto e por detrás do vidro uma tímida e solitária palavra sim.

foi nesta noite e nesta obra que john a conheceu.

"ela podia ter escrito qualquer coisa: guerra, sexo, morte. Mas ela escreveu sim" disse.

sempre que estou trabalhando (e inclusive enquanto escrevo isto) yoko me olha.

colei na parede da sala um lambe-lambe que fiz em comemoração ao seu aniversário. aqueles olhos precisos e afáveis, escondidos por um pouco de cabelo e a frase "segue o fluxus".

WhatsApp Image 2020-02-27 at 14.42.28.jpeg

este texto poderia ser uma declaração de amor. de admiração.

mas não é. 

é um texto sobre o sim. 

sobre como o sim chega ligeiro

e desaparece com a mesma intensidade.

sobre como tentei abrigar em minhas mão estes tão livres passarinhos

e me escaparam todos, 

não pela falta de dedos ou espaço

mas pela necessidade do voo.

é um texto sobre 

redesconhecimento e sua

invariável força de movimento.

 

instruções

para dizer sim

dizer sim para uma criança é diferente do que dizer para um adulto. experimente dizer sim para um adulto da mesma forma que diz a uma criança. diga para uma criança da mesma forma que diz a um adulto. não tenha medo.

sussurre a palavra sim no ouvido de um animal.

o contrário de amor é indiferença. 

o contrário de ódio é aceitação. 

pense quais são os contrários de sim e de não

e anote nos olhos os resultados.

você quer viver quantos anos? este é o número de 'sim' que você tem disponível. Subtraia pela sua idade atual e saiba quantos ainda te restam. 

perceba o sim se formando dentro da sua boca. onde acontece? em quais situações? 

não se distraia nessa horas.

diga sim para:

- um convite para jantar

- para uma parede

- para seu pai

- para seu passado

desenvolva maneiras de dizer sim com:

- mãos

- pés

- joelhos

- cabelos

- olhos

- alma

diga sim para a alegria com a mesma energia que diz para o medo. 

dizer sim é__________

dizer sim não é__________

você chegou até aqui porque disse sim para a primeira frase deste texto.

olhe para sua vida e veja onde o sim te levou. faça uma lista. dê a um estranho. ou apenas escreva 'sim' num pedaço de papel e solte por aí.

sim. te vejo em breve.

caio ribeiro,

SOL, 2021