visões para ti

o sol do céu

sobre mim


o sal do mar

sobre mim


a praia

sobe o meu corpo


um grão de areia

inaugura meu

deserto mais íntimo



não contam que

a areia nos acompanha por cem mil dias

nem que o sal nunca sai dos cabelos

que os cílios dançam conchas

e que as ondas

são tão longas

que

não

terminam

na praia

mas no peito


o cais

anda

a onda

caos.


santíssima trindade:

vento, onda, vela


a noite termina

numa fogueira de homens do

mar


o peixe que não comi

estava tão bom e

as ondas são

tão longas que

não

terminam

na praia.



© 2020 por Caio Ribeiro

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now