sem título

teu toque

é assim

não reflete mas

ensina


aço

líquido

pra curar

ferida


chegou pra mim

como uma facada

um tiro

uma nova

vida


acostumei ser assim

teu carinho

escondido

numa despedida

pra mim é assim

revendo nossas letras

e o que a gente

pretendia

um amor que

nã se acomoda

nem hoje

nem naquela hora

que falei

sobre a espessura

das tuas espadas

e você replicou

sobre minhas mãos

sempre portarem

armas


agora é assim

eu te amo

você me ama

e é outra jornada

com mais lâmina

mais facas

e ainda

quase nada


que bom

que tem esse

peso e

essa medida

que agora

consigo

portar no bolso

ou na

vida



que bom


0 comentário